Utilizamos cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site. Se você continuar a usar este site, assumiremos que você concorda com o uso de cookies.

O Isqueiro Mágico e A Rainha da Neve

2 de Abril de 2018

 

A pesquisa Um percurso teórico- metodológico para leitura de “O isqueiro mágico” e “A rainha da neve”, de Hans Christian Andersen (1805-1875) pautou-se na concepção de linguagem entendida como um processo de interação humana e no ato de ler como uma atividade complexa, envolvendo aspectos não somente gramaticais e semânticos, mas também pragmáticos e dialógicos. Esta concepção teórica foi adotada por estar de acordo com os objetivos desta investigação: 1) analisar a estrutura textual e temática de dois contos de H. C. Andersen, “O isqueiro mágico” (1835) e “A rainha da neve” (1845), selecionados a partir do corpus de sua obra, observando aspectos comuns relativos ao tema, ao assunto, à mensagem; ao enredo; ao tempo, ao espaço; ao narrador, ao foco narrativo e às personagens; 2) definir critérios para a escolha de um livro ou de um conto de literatura infantil; 3) sugerir atividades que possam contribuir com o trabalho da literatura infantil em sala de aula. O foco do estudo definiu-se em relação ao texto narrativo/clássico da literatura infantil. As atividades desenvolvidas foram de cunho bibliográfico e acompanharam todo o processo de investigação. Por fim, o fato de a leitura constituir-se de um dos grandes problemas vividos pela escola e pela sociedade como um todo, como aqueles relativos ao analfabetismo funcional, à não formação do leitor e à não compreensão de textos literários justifica uma pesquisa que venha a contribuir para a superação dos problemas vividos pelas escola, no que concerne à leitura.

Autor:
--
Ilustração:
--
Fonte:
--

Artigos