Utilizamos cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site. Se você continuar a usar este site, assumiremos que você concorda com o uso de cookies.

Um novo centro para experiências literárias e artísticas sobre H. C. Andersen na Ilha de Sealand, na Dinamarca.

25 de Setembro de 2018 às 11:00

 

Quando o governo dinamarquês discutiu o orçamento para 2019, uma proposta de 5 milhões de coroas dinamarquesas foi incorporada com o objetivo da construção de um Centro de Atividades na Ilha de Sealand. H. C. Andersen passou quatro anos na Latin School em Slagelse. Mais tarde ao se referir a esse período em que esteve na escola, disse ter sido a pior fase da vida dele. Por isso, H. C. Andersen reescreveu o nome da cidade para "Plagelse" que em sentido estrito seria praga. O que ele fez foi brincar com o nome. A criatividade do escritor já estava em formação. Os lugares onde ele viveu estão bem indicados na cidade. Esse período pode ser visto no premiado filme "Unge Andersen", de 2005. Em suas muitas viagens, H. C. Andersen frequentemente vinha a Korsør.

 

 

Ele hospedou-se várias vezes no Hotel Storebælt. Perto de Skælskør, H. C. Andersen adorava visitar as mansões Espe, Basnæs, Borreby e Holsteinborg. A correspondência com as famílias em Holsteinborg, que tem um autêntico e distinto apartamento de H. C. Andersen, e Basnæs são abertas à visitação pública e essenciais para a compreensão da vida e obra de H. C. Andersen. Lerchenborg Castle, Nørager Gods e Selchausdal Gods são outros lugares que ele visitou. Lerchenborg também tem um quarto especial onde H. C. Andersen passou muitas noites. Caso o visitante esteja interessado pode reservar esse quarto e passar uma noite convivendo com os mesmos objetos usados por H. C. Andersen. É exatamente nesse castelo de Lerchenborg que o centro de experiência deverá ser construído. O centro terá um custo de aproximadamente 200 milhões de coroas dinamarquesas. Seria muito bom para a cultura, a literatura e a própria história da Dinamarca se a Lei Orçamentária para 2019 destinasse essa quantia para o Centro. O centro promoverá exposições internacionais de arte e história cultural. Uma exposição permanente está planejada para possibilitar experiências sensoriais entre arte, ciência e filosofia.

Autor:
Ana Maria Langkilde e Niels Jørgen Langkilde
Ilustração:
Imagem do DVD do filme Unge Andersen
Fonte:
--

Notícias

1 2 3 >